segunda-feira, 24 de julho de 2017

SEJA LÍDER DE SI MESMO - AUGUSTO CURY





Olá 
Espero que gostem da dica de leitura!





Livro: Seja líder de si mesmo 
Autor (a): Augusto Cury 
Editora: Sextante 
Número de páginas: 127
Ano: 2004
Adquira: Saraiva, Americanas 
ISBN 85-7542-121-2





Sinopse:


Se compararmos a mente humana com o mais belo teatro, onde se encontra a maioria dos jovens e adultos? No palco, dirigindo a peça, ou na platéia, sendo espectador passivo dos seus conflitos, perdas e culpas? Onde você se encontra?

Ser ator principal no palco da vida não significa não falhar ou não chorar. Significa refazer caminhos, reconhecer erros e aprender a gerenciar nossos pensamentos e emoções.

Neste livro, você vai descobrir as ferramentas necessárias para se tornar o autor da sua própria história e fazer da sua vida um grande espetáculo.

Saia da platéia! Entre no palco! Seja líder de si mesmo...





Livro do autor:
Boa Leitura!

NUNCA PERCA A ESPERANÇA - REBBE NACHMAN DE BRESLOV



Livro: Nunca perca a esperança 
Título original: The Empty Chair
Autor (a):  Rebbe Nachman de Breslov
Editora: Sextante
Número de páginas: 75
Ano: 2014
Adquira: Saraiva, Americanas


Sinopse:


"Sempre procure o que há de bom em você. Concentra-se em suas qualidades, valorize-as, e você será capaz de transformar até a depressão em alegria."

A profunda sabedoria e o otimismo inabalável do Rebbe Nachman de Breslov fizeram dele um dos mestres espirituais mais importantes de todos os tempos. Ainda hoje, mais de dois séculos após sua morte, seus ensinamentos continuam inspirando milhões de pessoas.

Qualquer que seja a sua crença, os aforismos reunidos aqui vão trazer conforto e paz para o seu coração. A mensagem deste livro é poderosa: nunca perca a esperança, busque nas pessoas o que elas têm de melhor e encontre a felicidade em tudo o que acontecer em sua vida.


" Saiba! Caminhamos pela vida sobre uma ponte muito estreita. O mais importante é não termos medo."

O livro trás mensagens de perseverança, otimismo e fé de um grande mestre espiritual.
Esse livro não é para ser lido de uma vez só e sim aos poucos. Super indico o livro. Espero que gostem. 

Boa Leitura!

domingo, 23 de julho de 2017

AME- DICIONÁRIO DE ADMINISTRAÇÃO DE MEDICAMENTOS EM ENFERMAGEM

Olá pessoal !!!

Essa postagem é uma super DICA!


Para estudantes de enfermagem, enfermeiro (a), técnico de enfermagem e auxiliares de enfermagem.

Livro: AME- Dicionário de Administração de Medicamentos na Enfermagem
Ano:  2017
Edição: 10 ª
Número de páginas: 760
Editora:  Marca Med in Comércio
Adquira:  Saraiva


Sinopse:

O AME apresenta 1.160 sias em ordem alfabética, todos os principais princípios ativos dos fármacos éticos produzidos no Brasil, com sua ação farmacológica, propriedades, farmacocinética, indicações e posologia, contraindicações e precauções, reações adversas e interações medicamentosas. Para fins práticos, temos também, abaixo dos nomes genéricos, os principais nomes comerciais e apresentação dos produtos. E finalmente, temos o tópico específico, ou seja, os cuidados de enfermagem. A 10 ª edição foram incluídas novas substâncias e excluídas as que estão fora do mercado farmacêutico. Foram descritos, inclusive, os principais produtos fitoterápicos, já com o conceito de medicamentos úteis e eficientes. Inovamos também focalizando os medicamentos de uso local/regional/tópico, mas nem por isso, menos úteis. As inovações desta edição também podem ser encontradas na capa e diagramação, de forma a facilitar a leitura.





Esse dicionário é essencial ao profissional de enfermagem ter, para ajudar no dia a dia com as dúvidas que surge de medicamentos.

Espero que gostem da dica!

CORAGEM DE SER IMPERFEITO - BRENÉ BROWN















Livro: Coragem de ser imperfeito
Autor (a):  Brené Brown
Editora: Sextante 
Páginas: 208
Ano: 2013
sinopse:
Uma das trágicas ironias da vida pós-moderna é que muitas pessoas se isolam uma das outras por causa de sentimentos que têm em comum, como o medo de fracassar e  a sensação de não serem boas o bastante. Brené Brown lança luz sobre esses recônditos da sensibilidade humana e revela como esses sentimentos podem minar suas realizações nos estudos, no trabalho e no lar. Ela mostra também como eles podem ser transformados para nos ajudar a viver com mais coragem, comprometimento e propósito. Quando fugimos de emoções como medo, mágoa e decepção, também nos fechamos para o amor, a aceitação, a empatia e a criatividade. Por isso, as pessoas que se defendem a todo custo do erro e do fracasso se distanciam das experiências marcantes que dão significado à vida e acabam se sentindo frustradas. Por outro lado, aquelas que mais se expõem e se abrem para coisas novas são as mais autênticas e realizadas, ainda que se tornem alvo de críticas e de sentimentos como inveja e ciúme. É preciso lidar muito bem com os dois lados da moeda a fim de alcançar a felicidade de realizar todo o seu potencial. Em uma sociedade em que predomina a cultura do perfeccionismo, é comum recorrer a máscaras para minimizar o desconforto e as dores de não ser bom o bastante. Brené Brown descobriu que todos nós fazemos uso de um verdadeiro arsenal contra essas sensações e explica em que consiste cada escudo e quais estratégias devem ser usadas nesse "desarmamento". Ela também combate os mitos que afirmar que ser vulnerável é o mesmo que ser fraco.

  • " Não importa o que eu fizer hoje ou o que eu deixar de fazer, eu tenho meu valor."
  • Passamos a maior parte da vida reclamando.
  • Pedir ajuda é essencial.
  • " As pessoas que me amam, aquelas com quem realmente posso contar, nunca são os críticos que me apontam nunca são os críticos que me apontam o dedo quando fracasso. Também não estão na arquibancada me assistindo. Elas estão comigo na arena, lutando por mim e segurando a minha mão.'
  • Quem me ama estará ao meu lado, independente dos resultados que eu possa alcançar.
  • A vergonha nos mantém atrofiados, tímidos e medrosos.
  • Perfeccionismo - acreditar que fazer qualquer coisa com perfeição significa que você nunca passará vergonha.
  • Praticar gratidão.
  • Perfeccionismo não tem a ver com conquistas saudáveis e crescimento.
  • Perfeccionismo não é autoperfeiçoamento. É essência, tentar aprovação
  • O perfeccionismo não é a chave do sucesso.
  • O Perfeccionismo dificulta a  conquista, pois está relacionado com depressão, ansiedade, compulsão e também com a paralisia da vida e a perda de oportunidades.
  • A perfeição não existe.
  • "Não deixe o perfeito ser o inimigo do bom." Voltaire
  • O meio mais eficiente de abandonar o perfeccionismo é começar a criar.
  • "Não podemos dar às pessoas o que não temos. Quem somos importa infinitamente mais do que sabemos ou queremos ser."
  • Vergonha ( isso significa bullying, críticas na frente dos colegas, repressões públicas ou um sistema de recompensa que intencionalmente humilha as pessoas).
  • Perfeccionismo é contagioso.
  • "Compaixão não é uma relação entre o curador e o ferido. É uma relação entre iguais. Somente quando conhecemos bem a nossa escuridão podemos nos mostrar presentes na escuridão do outro. A compaixão se torna rela quando reconhecemos a humanidade que compartilhamos."
  • Não é a alegria que nos torna agradecidos; é a gratidão que nos torna alegres."
  • O livro contém muita reflexão. Vale a pena ler e escrever todas as informações que é repassada no livro. 
  • Espero que tenha gostando da resenha do livro!
  • Boa Leitura! 

sábado, 22 de julho de 2017

O PODER DO AÇAÍ



O açaí é eficaz no tratamento contra algumas doenças. Há estudos que comprovam que o consumo do açaí combate doenças cancerígenas, já que é muito rico em uma gordura específica, o ácido oleico, bloqueando genes causadores da doença. Por deixar o cérebro sempre em ativa, protege contra alguns possíveis danos que podem até mesmo evoluir a um quadro de Alzheimer. 

As proteínas encontradas nesta fruta são capazes de fortalecê-lo já que uma das importantes funções das proteínas é de produzir anticorpos. Além de ser fonte de energias para atletas, apresenta bastante cálcio em sua composição, o que ajuda automaticamente no fortalecimento dos ossos.


E os benefícios trazidos com este consumo não param por aí. A partir de pesquisas, percebeu-se o baixo número do mau colesterol, derivados do corante do açaí e da presença do ômega-6 e ômega-9 em sua composição, em pessoas que mantém um consumo regular do alimento. Consequentemente, ajudam na melhora da pressão arterial, triglicerídeos e glicose. Devido ao alto número de fibras, o consumo desta fruta também ajuda bastante no melhor funcionamento do intestino. Porém, é preciso tomar cuidado porque o açaí é bastante calórico e seu consumo deve limitar-se a 300 ml por dia.

Fonte: https://melhorcomsaude.com/acai/

QUEM ACREDITA SEMPRE ALCANÇA - PETER Mg WILLIAMS




Livro: Quem acredita sempre alcança
Autor (a): Peter MG Williams
Editora: Sextante
Páginas: 76
Ano: 2012
Adquira: Estante Virtual 

* Livro de Bolso 



Sinopse

Todos nós tempos um sonho, um desejo lá no fundo do coração. Muitos têm mais de um. Este é um livro de sugestões práticas para descobrir (ou redescobrir) esses sonhos, escolhendo aqueles que merecem ser perseguidos e procurando as formas de concretizá-los.

Ao ler os pequenos textos e citações reunidos aqui, você deve pensar sobre a vida que está levando para descobrir se seus desejos mais profundos estão sendo atendidos. Não é necessário ler tudo de uma vez. Aliás, nem é bom que o faça. Vá devagar, deixando - se impregnar por cada pensamento, e aos poucos essa mudança interna começará a se refletir em seus atos e atitudes.

Aí você redescobrirá a alegria, o entusiasmo e a satisfação que ficaram escondidos debaixo da rotina e da repetição do cotidiano. E tomará, feliz, as rédeas da sua própria vida !

Boa Leitura!

QUAIS SÃO OS FATORES DE RISCO DE UM AVC?


Existem condições que podem aumentar o risco para o desenvolvimento de um AVC. O melhor tratamento é a prevenção. Podemos reduzir por meio do tratamento adequado dessas condições.

Hipertensão  Arterial

A hipertensão arterial ou pressão alta é o principal fator de risco para o AVC, tanto isquêmico quanto hemorrágico. Pessoas com hipertensão arterial têm chances de quatro a seis vezes maiores do que não hipertensas de terem um AVC. Ao longo do tempo, a hipertensão leva à aterosclerose e ao enrijecimento das artérias. Isso, por sua vez, pode levar a bloqueios ou obstruções de vasos sanguíneos e também ao enfraquecimento das paredes das artérias, o que pode resultar em ruptura. O risco de AVC é diretamente proporcional aos níveis de pressão arterial.



Diabetes
Pacientes com diabetes têm um risco aumentado de apresentarem um AVC. Vários estudos demonstraram que diabéticos apresentam um risco maior de um AVC quando comparados a não diabéticos, independente da presença de outros fatores de risco. De uma maneira geral, o risco de doença cardiovascular (incluindo o AVC) é cerca de duas vezes e meia maior em diabéticos do que em pacientes sem diabetes.

Altas taxas de colesterol e triglicérides

O colesterol é uma substância gordurosa encontrada em sua corrente sanguínea e em todas as células. O corpo produz colesterol que é necessário para formação das membranas das células e dos hormônios. Alguns alimentos contêm grande quantidade de colesterol. Altas taxas de colesterol podem aumentar o risco de AVC indiretamente, aumentando o risco de doenças cardíacas que por sua vez são importantes fatores de risco para AVC. Além disso, a formação de placas de gordura nas artérias carótidas pode causar bloqueio do fluxo de sangue para o cérebro e assim causar um AVC isquêmico.

Tabagismo
Estudos demonstram que o tabagismo é um importante fator de risco para AVC. A fumaça do cigarro pode produzir diversos efeitos nas artérias do cérebro levando a danos importantes. Além disso, o tabagismo é também um fator de risco para doenças do coração como o infarto do miocárdio. Fumas aumenta a pressão arterial, diminui a capacidade de realizar exercícios físicos e aumenta o risco de formação de AVC em muitas vezes.

Sedentarismo
Sedentarismo é um fator de risco para doenças cardiovasculares e AVC. Exercícios regulares e moderados ajudam a prevenir doenças cardíacas e AVC. A atividade física também ajuda a controlar o colesterol, a diabetes e a obesidade e também a diminuir a pressão arterial em alguns pacientes.

Doenças cardíacas
As doenças cardíacas, principalmente a doença das artérias coronárias, têm vários fatores de riscos comuns ao AVC. Portanto, portadores de doença coronariana (pacientes que já tiveram um infarto do miocárdio ou têm angina) apresentam um risco maior de terem um AVC do que pacientes sem doença coronariana. Existe um tipo de arritmia cardíaca chamada fibrilação atrial que também aumenta o risco de AVC e sendo diagnosticada deve ser prontamente tratada.

Fonte: Hospital Albert Einstein
Fonte: Hospital Albert Einstein